domingo, 2 de outubro de 2016

cria, rabirruivo, destemida...


Tão pequeno, e tão leve e curioso, que esta pequena ave escura, me deixou nos olhos, e tão perto se aproximou, impávida e serena, qual certo, e qual espanto, qual cria atrevida, que se havia de me aparecer, brilhantemente, por aquela tarde nublada, e pela cerca fechada,... pelo litoral... por perto...


 by Rui Faria
Enviar um comentário