sábado, 10 de setembro de 2016

Micronecta scholtzi na Lagoa Azul


Já algum tempo que tenho curiosidade em descobrir a fauna aquática da Lagoa Azul do Parque Natural de Sintra-Cascais (sim, para quem não sabe, esta pequena lagoa encontra-se em área protegida, mas o facto não impede a degradação do local, desde atividades de caráter malicioso e estranho, até às atrocidades habituais causadas pelo homem, e não é invenção minha nem dramatismo!...) mas como dizia acima, e depois de uma paragem estival na lagoa lá decidi prestar atenção minuciosa às suas límpidas margens, enquanto ela procura e fotografa alegremente as vermelhas e atarefadas libélulas que esvoaçam incessantemente sob o calor dessa tarde.
Então depressa, aquele olhar atento revelou um pequeno inseto hemiptero interessante, o Micronecta scholtzi, de hábitos exclusivamente aquáticos, move-se aos soluços como os pequenos alfaiates.


E sempre com um enorme entusiasmo, da descoberta de uma nova espécie, aliado à vontade imensa de encontrar vida abundante nesta lagoa, descubro então esta espécie, magnífico pequeno hemíptero, com alguma facilidade em se observar nas suas margens. Nadando, sobre os minerais moídos, mostrando os seus rudimentares braços nadadores. Mais fascinante ainda é a sua biologia reprodutiva, que com uma breve pesquisa, dei conta que é uma das espécies animais mais ruidosas do planeta, em comparação com o tamanho do seu corpo.


E por fim a imagem da lagoa...
Podemos observar toda a beleza que ainda permanece intacta em redor deste espelho de água, como eu e como tu, juntos,...

by Rui Faria, MR
Enviar um comentário