domingo, 17 de julho de 2016

turfeira de Gontim


Por lugares onde o sossego ainda impera, por troços montanhosos, onde nada está catalogado, e escassamente estudado, mas onde a biodiversidade é resiliente e até pode surpreender. Mas qual é o meu espanto, ao descer uma colina aberta e rasa, mantida pelo pastoreio, ou pelas queimadas esporádicas, e encontrar uma pequena turfeira, lugar da nascente das primeiras águas que descem a montanha suavemente.
Simplesmente implantada e afetada pelo fogo, resiste nesta pequena depressão no seio das manchas de granito montanas. Designação titular dada, derivado às manhas de caules secos destas gramíneas...


A recuperação do coberto vegetal é influenciada pela presença de herbívoros ou pela ausência destes. Mas se por um lado, esse pisoteio e presença herbívora pode extirpar populações de plantas sensíveis, por outro, cria-se um "habitat" diferente, com outros personagens e insetos variados... O tema é mais complexo e profundo...


O lugar bem encaixadinho no alto da montanha...


by Rui Faria MR
Enviar um comentário