domingo, 17 de janeiro de 2016

Prunus lusitanica


O azereiro, árvore relíquia do terciário, chega até nós nos recantos mais intocados da península ibérica. Uma planta perenifólia tropical, representante de um tipo de floresta que já não mais existe, e que se perdeu face às bruscas mudanças climáticas. Este exemplar vegeta no vale glaciário do rio geres, encravado nas encostas de grande declive, acompanhado por carvalhos, plátanos e outros...

Enviar um comentário