sábado, 28 de novembro de 2015

Garrano e maronesa


Desde os primórdios que estes dois grandes herbívoros povoam os habitats naturais da península ibérica, sob formas e colorações muito aproximadas às que temos hoje nestas variedades descendentes. Obviamente que as espécies puras de equídeos e bovídeos já se extinguiram à muito, mas os seus descendentes preservados pela mão humana, podem e continuam a desempenhar o mesmo papel que durante milhares de gerações exerceram sobre estas maravilhosas paisagens ibéricas. Pouco ainda se sabe sobre a biologia destes animais, mas isso estará selado num passado que já não mais existe. Para quem quiser saber mais sobre as espécies de grandes herbívoros ibéricas, pode dar um saltinho neste blogue, com informações muito completas sobre o tema: http://tierrasylvana.blogspot.pt/


Dois possantes animais, representados nestas imagens no seio de um pequeno bosque de carvalho-negral no alto Minho, pastando tranquilamente e vagarosamente deslocando-se pelo terreno em busca de plantas mais suculentas. 

by Rui Faria

Enviar um comentário