sábado, 5 de setembro de 2015

gaivotas, as primeiras viajantes


É a Larus fuscus, uma das primeiras gaivotas a chegar do norte, agora que o verão se aproxima do fim. Irão se estender por toda a costa atlântica, e que para os mais atentos, poderá ser possível detetar algumas raridades, ou colorações de plumagem interessantes. Vou tentar ser um coleccionador de gaivotas, se o tempo me permitir, para mostrar, como pode ser incrível as diferenças que muitas apresentam, o que faz com que poucas pessoas tenham interesse nelas.


Mas só o privilégio de viver tão perto da costa me permite tal feito, ao qual estou muito grato. Mas alguém me empresta vidas? Porque não consigo seguir a fundo as aves migratórias como gostaria, e estar a par das centenas de espécies de cogumelos que estão para surgir, ou as flores outonais, ou os últimos insetos que deambulam nos últimos dias de calor que o ano oferece! É quase um dilema, mas tento ter um tempinho para todas as classes de animais, plantas e fungos. Simplesmente não consigo especializar-me numa espécie em particular, gosto de todas!!!


Na costa atlântica a norte do Furadouro, a ampla costa e areia infinita, faz um berço de repouso para as gaivotas quase sempre em grandes bandos!

Enviar um comentário