domingo, 2 de agosto de 2015

fósseis-belemnites





Estes fantásticos animais prê-históricos (Belemnoidea), marinhos, e muito semelhantes ás lulas modernas, carnívoros na sua época, alimentavam-se de peixes e invertebrados marinhos, proporcionalmente ao tamanho de uma espécie em particular, das quais seriam várias. O período carbonífero viu nascer e contribuiu em certa medida para a proliferação destes seres durante centenas de milhões de anos até à sua extinção a par da dos dinossauros, presumindo as ainda escassas informações que possuímos sobre esse último evento. Um facto curioso é que ao contrário das lulas que estamos habituados a ver, estes não possuíam ventosas, em vez disso teriam uma série de ganchos, certo que suficientes e/ou diferentes para o tipo de presas que capturavam!, algo futuramente aprimorado com o tempo ou evoluído em espécies paralelas e/ou primas!

E tudo isto mesmo à superfície dos espantosos calcários em forma de placas deitadas da serra da boa viagem, repleta de fósseis de animais, plantas e vestígios de dinossauros, uma grande e completa secção estratigráfica diria eu! De facto, o mais interessante, como dizia ao princípio, é pelo facto de todos estes fósseis estarem incrivelmente visíveis e não ser necessário escavações, as observações diretas bastam, e as fotografias registam e complementam o estudo para quem é aficionado por seres prê-históricos. A apanha é condenável e altamente danificadora deste nosso património único, um promontório quase peninsular com uma beleza sem igual!!!

belemnites: corpo inteiro e "corte anelar"
by Rui Faria, em a magnífica serra da Boa Viagem!...


Enviar um comentário