sexta-feira, 28 de agosto de 2015

face do Líquen


Na serra de Loures, a vista abarca todo o rio Tejo, Lisboa e até o parque natural da serra da Arrábida e as suas vastas serras calcárias. Aqui, a flora não poderia ser mais marcante, mediterrânica no seu todo, mas com componentes atlânticos intrometidos e bem estabelecidos como o Pteridium aquilinum.
E a face do Líquen, deu-me uma boa imagem ou registo de um grupo que se revela diverso, encrustado nestes penedos, na sua forma de vida simples e direccional, tal como as plantas, mas quase imortais e imóveis.

Enviar um comentário