sexta-feira, 3 de julho de 2015

Atypus affinis - frecha de mizarela

Atypus affinis


Nas encostas íngremes, fortemente erosionadas ao longo de milénios pelo rio caima, da frecha de mizarela, uma queda de água vertiginosa e ribombante. A flora, derivado à orografia do terreno, salvaguardou-se e próspera sob a forma de inúmeras espécies botânicas, dentre as quais preciosidades como o loendro Rhododendrum ponticum, entre outras... Um desses dias, percorrendo a íngreme encosta do lado direito dou de caras com este grande aracnídeo Atypus affinis deslocando-se pelas rochas locais.

Desculpem a demora na colocação de posts, mas tenho tido problemas com os dispositivos tecnológicos, tive que copiar o url desta minha foto no flickr, para poder desenvover aqui algum assunto. Logo que possa atualizarei os dias perdidos e posts antigos, atualizados com os nomes científicos. Até breve, um abraço e/ou bjs para todos vós.
Enviar um comentário