terça-feira, 23 de junho de 2015

rã e rãs


Tentar andar ao ritmo dos anfíbios não é fácil, sendo seres diurnos como nós somos, o"anfibiologista" tem de ser persistente na busca destes pequenos seres vivos. As rãs-verdes são tenazes, lançam sonoridades num mundo cada vez mais silencioso, silencioso no que toca ao mundo natural, porque o nosso é cada vez mais ruidoso. Estas apreciam qualquer massa de água limpa e fresca mas com terraços expostos para se aquecerem, e alternarem entre a margem e a submersão. 
É compreensível que seja um país pobre em espécies de anfíbios, tipicamente mediterrânico com verões quentes e secos que rapidamente evaporam muitas zonas húmidas, não há dúvida que os nossos anfíbios são tenazes! 

foz do rio caima- Rã-verde


Enviar um comentário