domingo, 19 de abril de 2015

nova zona húmida!

Foi á tempos recentes, que esta zona húmida foi escavada pelas máquinas militares do R.E. de Paramos, aqui neste campo dunar não longe da praia de Paramos. Este lugar plano certamente que tem uma longa história no que toca a manobras de artilharia pesada, e intensos treinos com armas de fogo. Passam vários anos e uma rica e variada vegetação assentou, atualmente ameaçada pela invasão grave das acácias australianas e do chorão sul-africano. Voltando de novo ao tema do título, portanto foi aberta uma grande depressão, por motivos talvez intencionais de favorecimento de charcos?, que se encontra hoje com várias espécies típicas de zonas húmidas. 3 espécies de salgueiros crescem a olhos vistos, o Salix atrocinerea em fim de floração, a Salix alba em flor e a Salix repens em flor com arvores femininas e masculinas, cresce também espontâneo um já grande choupo-negro Populus nigra, ..., tabuás, salgueirinhas, juncos, Baldelia sp., Calystegia sp. Iris pseudacorus.

Local da zona húmida

A Lupinus luteus floresce a olhos vistos. A Artotheca calendula, planta africana não oferece grandes problemas aqui pois vegeta em zonas de areal recentemente perturbadas.



A lupinus atrai imensos insetos!



Enviar um comentário